• Precisa de ajuda ?
    Entre em contato conosco pelo email contato@acervothai.com
Sobre Muaythai

O Muaythai é violento?

Copie o link desta página: http://site.acervothai.com/lVwA6
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Se você já respondeu a pergunta, sem antes ler o texto, é melhor ler antes, pois talvez sua opinião mude. Todo esporte de contato pode ser considerado violento, tudo depende de seu observador.

”No futebol profissional, nos últimos 10 anos foi registrada ao menos uma parada cardíaca a cada mês em todo o mundo.”

Vamos começar pelo mais popular esporte de nosso País, o Futebol. De acordo com os dados coletados pelo Sistema de Mapeamento de Lesões da CBF, sim isso existe, No total durante o Campeonato Brasileiro de 2016, os dados mostram que 299 lesões foram detectadas no decorrer dos 380 jogos do campeonato. As contusões na coxa dos atletas lideram a lista, com 127 ocorrências ou 42,4% do total de lesões. Os lances envolvendo a cabeça do jogador vêm em seguida. É o número mais preocupante, foram 29 lesões deste tipo, sendo 11 delas de concussão cerebral (38%), a mais perigosa.

Vamos seguir agora com o Futebol Americano, para quem não sabe o Brasil possui uma das maiores audiência do esporte fora dos USA.

 Estudo da Academia Americana de Neurologia, revela que 40% dos ex- jogadores da NFL, apresenta algum dano cerebral (uma média de idades de 36 anos, na sua maioria afastada da prática da modalidade há menos de cinco anos e que jogaram em média sete anos na liga).

As pesquisas também concluíram que quanto mais tempo um jogador passa na NFL maiores são as possibilidades de vir a sofrer de uma lesão cerebral traumática. As lesões cerebrais também ajudam a explicar porque grandes jogadores como Calvin Johnson, Jarod Mayo e BJ Raji se aposentaram recentemente sem nem mesmo passar dos 30 anos de idade.

E enquanto nosso esporte, o Muaythai?

Um estudo realizado em 2015 pela Cleveland Clinic*, 93 boxeadores e 131 especialistas em artes marciais, com idades entre 18 a 44, e foram comparados com 22 pessoas da mesma idade, sem histórico de lesões na cabeça.  Os boxeadores tiveram piores resultados: eles tinham um volume cerebral menor e piores resultados se comparados com os praticantes de lutas marciais. Ainda, quanto mais lutas, piores os desfechos para o cérebro, segundo o estudo. Descobriu-se que quanto maior o número de lutas, menor o volume de certas estruturas cerebrais, e pior o desempenho da pessoa em relação à velocidade de processamento cerebral.

Eder Jofre, uma das maiores estrelas do pugilismo brasileiro e reconhecido internacionalmente pelo seu talento dentro do ringue, hoje com 81 anos, foi diagnosticado com encefalopatia traumática crônica, antigamente conhecida como demência pugilística.

Lesão Traumática no Cérebro

Golpes consecutivos na cabeça são capazes de danificar a fisiologia cerebral, deixando o cérebro mais suscetível a lesões. O Estudo da Saúde Mental em Lutadores Profissionais, que teve início em 2013 tem a previsão de durar 5 anos e conta com a participação de aproximadamente 400 boxeadores e lutadores de MMA. Estudos como este talvez possa fornecer mais informações sobre a ETC e seus fatores de risco, protegendo os atletas de complicações neurológicas que se instalam no longo prazo.

A matéria em si não foi feita para colocar medo em ninguém, mas criar a consciência que todo esporte de contato tem conseqüências, e todos os atletas devem se cuidar, respeitar o período de descanso, de recuperação e orientação médica.

Vale ressaltar também que o estereótipo da violência dentro do esporte de contato deve sim ser levado a sério, seguindo critérios como:

* Lutar não é brincadeira ou diversão, o atleta em questão deve estar apto a isso, bem treinado e seu treinador entender a responsabilidade disso.

* Respeitar ordem médica para descanso, exames e tratamentos.

* Eventos sem corpo médico ou ambulância comete um crime de não prestação de socorro.

Enquanto a mídia de massa considerar apenas Lutas como violentas, teremos problemas em conseguir patrocínios e investimentos, porém quanto mais seguro for o esporte e demonstrarmos isso, melhor será.

Fontes de pesquisa:
https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/87335/2/163765.pdf
http://www.lance.com.br/brasileirao/cerca-das-lesoes-2016-foram-cabeca.html
http://espn.uol.com.br/noticia/585224_nfl-assume-derrota-e-admite-pela-1-vez-risco-de-lesoes-cerebrais-no-futebol-americano
British Journal of Sports Medicine. 29/01/2015.
http://infosport.com.br/cabeca-de-lutador-a-lesao-cerebral-cronica/
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comentários

Comentários

Copie o link desta página: http://site.acervothai.com/lVwA6